google-site-verification=XWm5-ie7jtuIvxhkMX9Z60iXSuGOt9EX7CNTQDtQJTY
 

As duas grandes crenças ligadas a ansiedade

Essas duas crenças não são necessariamente conscientes. São elas:

1. “O pior irá acontecer”. Por exemplo, você tem uma dor de cabeça e pensa logo em um tumor cerebral.

Essa é uma característica da ansiedade, prever sempre catástrofes. Ás vezes isso é útil, mas outras vezes não. Prevemos grandes problemas em pequenas coisas: cometi um erro no trabalho e por isso serei demitido. O meu namorado não responde uma mensagem, deve estar com raiva de mim. Nem sempre temos certeza daquilo que nos preocupa, mas simplesmente ficamos convencidos de que algo ruim vai acontecer.

Mas como lutar contra esses pensamentos?

Desafie esses pensamentos. Quando um cenário catastrófico aparecer em sua cabeça, pergunte-se: “O quão ruim isso pode ser realmente? ”. Em outras palavras, poderá acontecer realmente um desastre? “O quão ruim isso seria? ”

A segunda questão a se perguntar é: “Quais são as chances? ” “Quais são as chances de ser um tumor cerebral? ” Não seria mais provável a causa de a dor de cabeça ser por um estresse ou desidratação?

Respondendo pelo menos uma dessas perguntas- “O quão ruim seria realmente? ” Ou “Quais são as chances? ”. Você poderá aplicar essas perguntas em praticamente todos os pensamentos ansiosos.

Você pode ficar atento aos pensamentos ansiosos, prestando atenção aqueles iniciados com um “e se, e então ou e agora?

2. Eu não posso lidar com isso. A segunda razão é não se achar capaz de lidar com os problemas.

A ansiedade nos faz duvidar das nossas próprias capacidades. Nos sentimos incapazes.

Como desafiá-lo:  pergunte-se, “ O que eu poderia fazer? ” O que eu poderia fazer para resolver?

Se você realmente tem um tumor na cabeça (mesmo tendo grandes possibilidade de ser uma dor de cabeça por estresse) o que você poderia fazer? Procurar um bom oncologista, tirar uma licença do trabalho, fazer um tratamento. Seria uma situação difícil, mas o ponto é que haveria uma solução.

Felizmente, a maioria das nossas preocupações não são tão terríveis. Mesmo que as suas preocupações pareçam esmagadoras, você pode lidar com praticamente qualquer coisa na vida.

Marque a sua consulta

Parabéns! Sua mensagem foi recebida.